Translate

sábado, 3 de março de 2018

Em dia comigo mesma e com minha leitura



Ler é essa viagem fantástica que consegue nos levar onde desejarmos.
Nunca me arrependi de gostar de ler e muito menos de incitar seres a fazerem o mesmo.
Aprendi a respeitar o gosto de cada um, pois desde menina minha mãe amava aqueles livros de bolso 
e alem dos romances os preferidos dela eram os de faroeste. Nunca gostei desse estilo, entretanto
as fotonovela me ganharam cedo, ainda mais ter de ler escondido. Não sei porque mas eu não tinha permissão para ler. 
No mes de fevereiro ler A Peste de Albert Camus, além d eme fascinar fascinou e mexeu muito comigo, pois nunca havia parado para pensar como seria viver qualquer período de tempo em quarentena ou seja em isolamento. Nós mitas vezes temos ataques e verbalizamos desejar viver  longe da sociedade ou das pessoas que nos cercam. Mas a simples ideia  de ter o ir e vir tolido me assusta horrivelmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário